Tuesday, July 25, 2006

Attention Whores


Attention Whore:

Most commonly found on the Internet, an attention whore is almost invariably a sixteen year old girl who desperately craves attention in any form. More than a handful of attention whores are completey insane.
While it is widely believed that there is a special circle of Hell for attention whores, the truth is that their own miserable lives are worse than any punishment that Satan could create.

Uncyclopedia
EncyclopediaDramatica

MUSICA:
The Cardigans - Don't Blame your daughter

NOTICIA:
Ainda não tinha postado aqui o que se tá a passar: Israel invade o Líbano depois de um grupo terrorista, o maior da zona, ter entrado em território israelita e morto e sequestrado soldados. Pouco depois eles invadiram a zona Sul do Líbano, destruiram parte da capital, Beirute, o aeroporto, zonas civis onde estavam alojados os terroristas e ainda sedes de ministérios palestinianos. É de notar que o Hamas, governo da Palestina aproveitou logo e que o Irão tá felicíssimo.

Fim de Semana em Sesimbra

Combinámos uma saída de turma no último fim-de-semana que nos íamos ver, logo no dia a seguir ao fim dos exames. No fundo já muitos tavam a espera, incluindo eu, mas cortaram-se quase todos. No fim de contas só eu, o João, o Amaral e o Pedro é que acabámos por ir.
Ao princípio deviamos ir acampar em Peniche. Depois mudámos para a casa de praia do João em Sesimbra. Bazamos sábado de manhã, altura em que o Ribeiro se corta. Apanhamos o Amaral em Entrecampos, no meio de uma mini-batalha de ciganas e vamos de comboio para a margem Sul. O dia de Sábado foi o mais fixe, achei eu. Chegámos ao fim da manhã e fomos logo para a praia. Almoçámos e voltámos pra lá. Salientam-se apenas os freaks que encontrámos: uma mulher com as mamas com 30cm bicudas, outra com uma cicatriz do queixo ao umbigo, o rapaz mão-pé (com a mão atrofiada), o intelectual com as mãos atrofiadas também. Fez pensar que algum acidente nuclear tinha acontecido nesta zona. Ao fim da tarde tivémos a jogar à bola. Ficou tudo espantado por eu ter querido jogar também. E joguei por duas razões: não ia ficar a ver, lol, e o Amaral já tinha feito umas piadas sobre ir jogar e eu fazer de claque. E foderam-se que eu abafei. Àparte disso foi divertido.
Voltámos pa casa e fomos ver Battle Royale, um filme japonês onde uma turma do 9º ano tem de se matar uns aos outros devido à sobrepovoação do país, só um sobrevive. O filme é excelente e torna a história wierd numa outra muito fixe. Saímos (eu de calças à pirata, sou beto, yo =S) e tivémos a passear pela downtown de Sesimbra. Acabámos por nos sentar numa imitação luxuosa de Bar Inglês. Pedi um batido e pouco depois tava tudo a imitar-me (lol, é verdade) mesmo por sendo bué caro - €4. Conversámos sobre política, imigração, fotologs, pitas irritantes, desporto, atrofiamento, poluição, etc. Daquelas conversas de café que são fixes de se ter com um grupo pequeno. É pena não haver um café/bar daquele tipo e com aquele ambiente em Vila Franca.

Adormecemos a tirar fotos no escuro (lol) e no dia a seguir fomos logo pá praia de manhã. O Pedro apanhou alta escaldão, pior que os outros, =\. Anyway também foi fixe o dia de Domingo, cheio de banhos, jogos de pólo improvisado, futebol e voléi. É assim que se diverte na praia, com este tipo de companhia. Agora penso como será o mês de Agosto sozinho e aborrecido como tudo. Tento nem pensar por enquanto.
Encontrámos um chinês/japonês bebado a rir-se a a cambalear à nossa volta. O Pedro disse-lhe "conichiwá" e ele partiu-se a rir histéricamente. LOL foi da griza. O melhor dos freaks de Sesimbra. Na noite de Domingo voltámos a sair, comer gelado, ver aquelas feiras merdosas que só com boa companhia é que se passa bem, vimos uma feira do livro muito fixe (com o gozo associado claro está), e voltámos ao bar inglês. Bué cansados voltámos pa casa e dormimos até Segunda quando voltámos todos pa Vila Franca.

É mesmo daqueles dias que passamos para divertir o máximo possível e pa recordar.
É assim que se passa bem as férias, com os amigos. Mas agora acaba-se e vai cada um pa seu lado. Torna-se doloroso até pensar o que raio vou fazer pa Peniche durante um mês inteirinho sozinho. Se já não aguento um fim-de-semana lá, quanto mais um mês.